Saiba tudo sobre como evitar o retrabalho nas obras!

9 minutos para ler

São diversos detalhes envolvidos em uma obra: compra de material, busca de mão de obra de qualidade e cumprimento dos prazos são apenas alguns deles. No entanto, há um grande vilão que deve ser evitado a todo o custo — o chamado retrabalho nas obras.

O retrabalho nada mais é do que a necessidade de refazer um trabalho já realizado, seja a reconfecção de um muro ou de um cômodo. Ele é sinônimo de prejuízo financeiro e gasto de tempo e, por isso, não deve fazer parte do cotidiano de uma obra.

Se você deseja saber como evitar o retrabalho em suas obras, continue a leitura e descubra um passo a passo para atingir esse objetivo.

Quais são as causas do retrabalho nas obras?

O trabalho no canteiro de obras não é simples, pelo contrário. Com diferentes etapas a serem cumpridas e muitos trabalhadores envolvidos, é comum que imprevistos surjam no caminho.

No entanto, algumas causas do retrabalho são mais encontradas e, por isso, elas merecem atenção:

  • equipe pouco capacitada;
  • ausência de um bom canal de comunicação;
  • falta de planejamento;
  • plantas e documentos desatualizados;
  • especificações insuficientes da obra;
  • aquisição de produtos de baixa qualidade;
  • supervisão inexistente no canteiro de obras.

Para que uma construção seja realizada de forma satisfatória — tanto em relação ao cumprimento dos prazos, como no que se refere à parte financeira —, é preciso pontuar os gargalos para, então, descobrir modos de fixá-los.

Se você quer diminuir o retrabalho em suas obras, faça uma análise das últimas construções realizadas e pontue os problemas encontrados. Fica mais fácil resolver a situação depois de identificar o que precisa ser melhorado.

Quais são os erros mais frequentes em uma vistoria?

É essencial realizar vistorias em obras, justamente para verificar o andamento das etapas da construção. Além disso, a vistoria é um importante instrumento de proteção jurídica de ambas as partes envolvidas (construtora e cliente), considerando que ela deve atestar a qualidade dos serviços e do cumprimento de cada etapa planejada.

Apesar de sua tamanha importância, muitos profissionais deixam essa etapa de lado ou realizam a vistoria de um modo ineficiente. Ao final, grandes prejuízos financeiros podem ser gerados, além de questões graves relacionadas a acidentes ocasionados — durante a obra ou depois de já finalizada.

Os erros mais frequentes em uma vistoria referem-se à ausência de uma verificação constante e, mais além, à falta de registro dos pontos verificados. Ou seja, inexistência de relatórios, imagens e observações encontradas.

Lembre-se que, para cada vistoria realizada, é preciso elaborar um documento com todos os itens constantes na obra, sejam eles positivos ou negativos. Apenas um registro formal pode proteger de forma eficiente o cliente e a construtora.

Como evitar esses problemas?

Parece uma tarefa quase impossível evitar o retrabalho em obras, não é mesmo? Mas, felizmente, existem 7 dicas eficientes para você implementar ainda hoje em seu dia a dia. Continue a leitura e veja quais são elas.

Faça um bom planejamento

Se você deseja acabar com o retrabalho, de nada adianta iniciar uma obra sem o devido planejamento. Isso significa que toda a construção deve ser pensada, a partir da elaboração de prazos, verificação dos custos, bem como a contabilização da mão de obra necessária.

Para garantir um bom planejamento, analise as obras anteriores realizadas e pontue os pontos positivos e negativos encontrados. Uma boa ideia também é conversar com a equipe e perguntar sobre o trabalho realizado: se falta tempo, se o material é bem aproveitado, se existe integração entre todos e outros itens relacionados.

A partir de todos os detalhes indicados, estabeleça um planejamento de prazos, dinheiro a ser utilizado e, também, em relação ao tamanho da equipe.

Tenha em mente que esse planejamento pode ser alterado durante o cotidiano da construção e, em caso de qualquer novidade, inclua nos papéis e na agenda.


Crie um bom canal de comunicação

Equipes bem integradas trabalham melhor e esse detalhe, que parece pequeno, acaba evitando o retrabalho. Por isso, estabeleça um bom canal de comunicação entre todos e incentive a criação de um ambiente favorável de trabalho.

Uma boa dica é estimular que todos os envolvidos deem dicas e sugestões a respeito do cotidiano na obra, além, claro, de deixá-los confortáveis para expressarem feedbacks negativos quando necessário.

Apesar da necessidade de cumprimento dos prazos, um local onde todos se respeitam é um grande incentivador de uma obra entregue com qualidade e dentro do cronograma estabelecido.

Adquira materiais de qualidade

Pode parecer óbvio, mas nem todos os responsáveis por compras de insumo preferem a qualidade dos produtos — o que pode causar (e muito!) retrabalho. Por isso, em vez de observar apenas os preços dos materiais, pese o custo-benefício dos insumos e preze pela qualidade.

Também é importante pensar no tipo de estocagem do material, para que ele não perca a validade por estar exposto ao sol ou armazenado em um local úmido. Verifique os requisitos necessários para um armazenamento correto e evite prejuízos financeiros.

Utilize o Building Information Modeling (BIM) para mapear as ações

O Building Information Modeling, conhecido como BIM, é um software já existente no mercado que permite mapear o planejamento da obra. Ou seja, ele integra todas as informações fornecidas, criando um modelo virtual da construção.

Como é possível adicionar detalhes, inclusive, dos trabalhadores cotidianos e de outros subcontratados, o BIM promove uma integração entre todas as frentes de trabalho. Desse modo, qualquer conflito pode ser verificado de forma prévia e, então, ser resolvido sem a necessidade de retrabalho.

Outro ponto interessante do BIM é que ele centraliza todas as questões em só uma página, apontando com mais facilidade possíveis erros e itens pendentes durante a construção.

Como resultado, a obra pode ser concluída com mais qualidade e agilidade e menor quantidade de erros no caminho. Utilize o BIM e prepare-se para realizar um bom trabalho com mais economia no bolso.

Invista nos tours virtuais

Os chamados tours virtuais são ferramentas para verificar como está o andamento da obra, a partir dos dados de relatórios e imagens realizadas durante a vistoria.

Além da possibilidade de checar se as expectativas estão sendo cumpridas, o uso dos tours virtuais permite a avaliação da obra antes de colocar em prática uma nova ideia. Ou seja, o profissional conta com mais embasamento para alterar (ou não) o planejamento original da construção.

A ferramenta dos tours virtuais é bastante prática e facilmente instalada nas obras pelo país afora. Implemente essa tecnologia no dia a dia de suas construções e veja a diferença com resultados finais mais satisfatórios.

Implemente processos de supervisão de trabalho

A criação de um bom canal de comunicação nos canteiros de obra não exclui a necessidade de supervisão no trabalho. Isso porque, apesar de um bom ambiente de trabalho contar como um ponto positivo, é preciso que todas as etapas sejam supervisionadas.

A supervisão na obra permite verificar a respeito do cumprimento dos prazos, se o planejamento inicial está sendo seguido, se o material é suficiente e, o mais importante, se as contas seguem no azul, ou seja, se não há prejuízo financeiro.

Conte com um profissional de sua confiança para cumprir o papel de supervisor e indique todos os itens necessários para avaliação. Depois da análise prática, confira os resultados e verifique se há necessidade de alterar o planejamento inicial.

Com supervisões feitas com frequência, dificilmente você terá grandes imprevistos para serem resolvidos.

Conte com o auxílio da tecnologia

A tecnologia está presente em todas as esferas de nossa vida e, por isso, ela deve ser utilizada para auxiliar sempre que necessário. Em relação ao universo de obras e construções, a tecnologia é super bem-vinda.

Para tanto, além do já citado BIM e da ferramenta dos tour virtuais, implemente o uso da tecnologia no cotidiano da empresa e facilite diversos processos.

Promova a digitalização do arquivo físico e de documentos importantes, conte com o armazenamento dessa documentação em nuvem ou softwares especializados, crie perfis de acesso a partir de senha ou outros mecanismos de segurança, entre outras ideias. A dica é tornar mais fácil o dia a dia das construções e agilizar os processos.

Vale a pena contratar serviços especializados para evitar o retrabalho nas obras?

Como o retrabalho é sinônimo de prejuízo financeiro e imprevistos no planejamento de entrega da obra, é sempre uma boa ideia contar com serviços que evitem esse vilão.

Empresas de qualidade que oferecem esse tipo de serviço unem comprometimento e tecnologia para auxiliar grandes construtoras: a partir de vistorias periódicas e eficientes, são realizadas diversas imagens da construção que, depois, são disponibilizadas em um link.

Dessa forma, é possível realizar um passeio virtual nas obras em andamento, verificando todos os seus detalhes. Bastante interessante, não? Vale lembrar que o link desse passeio virtual pode ser compartilhado ao cliente, aumentando a sua satisfação final.

É essencial entender como evitar o retrabalho nas obras. Conte com um bom planejamento, invista em tecnologia e contrate serviços especializados no assunto para garantir um resultado final excelente. O bolso mais cheio agrade ao final do mês.

Gostou das informações apresentadas em nosso artigo? Elas foram úteis? Curta, agora, a nossa página no Facebook e veja outros artigos como este. Vamos lá!

Quer continuar recebendo dicas para melhorar o desempenho das suas obras? Então, assine a nossa newsletter e receba tudo em primeira mão.

Powered by Rock Convert
Posts relacionados