7 benefícios da aplicação de realidade virtual no mercado imobiliário!

5 minutos para ler

Como todos nós sabemos, o Brasil experimentou uma grave crise econômica nos últimos anos, o que levou as pessoas a buscarem novas maneiras de atrair clientes e de ganhar mais visibilidade. Diante dessa realidade, conhecer alguns exemplos de realidade virtual no mercado imobiliário pode ser muito interessante.

A tecnologia surge como uma coadjuvante importante para quem deseja ter um diferencial competitivo diante da concorrência, oferecendo algo inusitado, mas bastante eficiente para encantar e prestar um atendimento primoroso. Confira o conteúdo a seguir e aprenda um pouco mais sobre esse tema!

A realidade virtual e o mercado imobiliário

Embora a realidade virtual ainda seja encarada por algumas pessoas como coisa de ficção científica, ela já faz parte da rotina de diversos segmentos do mercado há alguns anos. Sendo assim, o setor imobiliário está se adaptando e vem adotando algumas ferramentas sofisticadas para atrair mais consumidores e, até mesmo, empresas.

Com soluções tecnológicas e modernas, o corretor e as imobiliárias estão conseguindo fazer com que seus clientes “sintam” os imóveis e consigam visualizar os diferenciais oferecidos, além das possibilidades em termos de decoração, sem que eles precisem visitar pessoalmente a propriedade. A visita virtual, portanto, abre essa prerrogativa.

Os exemplos de aplicação da realidade virtual no mercado imobiliário

1. Possibilidade de mostrar a vizinhança do local

Uma das formas de usar a realidade virtual no mercado imobiliário é aproveitando essa tecnologia para mostrar, por exemplo, a vizinhança de uma determinada propriedade. Isso é muito útil para pessoas que desejam comprar imóveis em outras cidades ou, até mesmo, países, trazendo muito mais segurança para os interessados.

Basta colocar um par de óculos conectados a um computador e pareados com um rastreador de localização, que o comprador em potencial poderá “passear” pelo bairro no qual pode estar localizada a sua nova casa. Com programas de Tour Virtual 360º é possível perceber texturas, reflexos, sombras e jogos de iluminação, tornando a venda muito mais plausível.

2. Exibição precisa do interior das propriedades

Não é só a vizinhança que é exibida com a tecnologia de realidade virtual no mercado imobiliário. Ela também pode ser bastante útil para apresentar o interior do imóvel e, eventualmente, mostrar possibilidades na unidade em termos de decoração de interiores e distribuição da mobília, por exemplo.

Essa tecnologia permite fazer passeios virtuais de forma simples e eficiente, e com custo acessível. Além disso, é possível fotografar com uma câmera portátil 360°, e as fotos podem ser facilmente compartilhadas com os clientes por meio de um link, melhorando seus resultados e alavancando suas vendas.

3. Simulação real de um estilo de vida

Qualquer corretor sabe que, para vender um imóvel, ele também precisa vender um sonho. Por isso, utilizar a realidade virtual aplicada ao mercado imobiliário também abre a possibilidade de simular um estilo de vida, mostrando para o comprador em potencial como ele e sua família poderão aproveitar a nova casa.

Durante um passeio em 360° pelos ambientes, será possível observar as características e imaginar como ficará a decoração ou de que forma cada espaço poderá ser usado por você e seus familiares. Isso só é possível por meio de tecnologias modernas, que combinam as imagens com uma sensação de estar no próprio local

4. Acesso para clientes em qualquer local do mundo

Em um mundo globalizado como o de hoje, é muito comum que as pessoas se mudem para outras cidades e precisem comprar uma propriedade, mesmo que ainda não tenham ido até o seu futuro local de moradia. A realidade virtual no mercado imobiliário é muito interessante nesse aspecto, eliminando a necessidade de viagens para isso.

O comprador em potencial não precisa mais ir até o local da obra ou da unidade pronta para ver como ela é e entender se as demandas e necessidades da sua família serão bem atendidas. Imóveis decorados virtuais fazem essa tarefa e os clientes podem visitar diversas opções sem sair do lugar e sem gastar com passagens e deslocamentos.


5. Diferencial competitivo diante dos concorrentes

Além das questões relativas aos custos, os profissionais que se utilizam da realidade virtual no mercado imobiliário ganham um tremendo diferencial competitivo, o que é extremamente positivo em um momento no qual os clientes estão mais exigentes e é muito importante se reinventar para atrair compradores e ter bons lucros no final do mês.

Na hora de alcançar o público mais qualificado, ganhará a disputa quem apresentar as melhores soluções e os melhores recursos para proporcionar uma experiência de consumo mais satisfatória. A tecnologia chama a atenção das pessoas e possibilita uma melhor apresentação dentro de um escritório ou em exposições em feiras do setor.

6. Atendimento mais personalizado e diferenciado

A realidade virtual no mercado imobiliário também possibilita um atendimento mais personalizado e diferenciado, deixando o processo de vendas a favor do cliente e da finalização da transação. O corretor é quem levará as melhores opções de unidades para o comprador em potencial, fazendo o encontro onde ele puder.

Mesmo pessoas muito ocupadas poderão fazer uma visita virtual sem sair de seus consultórios ou de suas organizações, desfrutando da melhor experiência. Com esse recurso em mãos, é muito mais simples tirar todas as dúvidas sobre as características do imóvel, mesmo que ele esteja distante!

Como você pôde ver, a realidade virtual no mercado imobiliário é uma excelente solução para quem deseja oferecer uma experiência única para seus clientes! Gostou de conhecer o recurso? Quer conferir mais conteúdos como este? Então, siga os nossos perfis no Facebook, no Instagram, no YouTube e no LinkedIn!

Posts relacionados